Arquivo da categoria: feminismo

Dia das mulheres

Padrão

A luta é todo dia.

Por uma sociedade em que todas possam se vestir da maneira que quiserem, sem se preocupar com assédio ou estupro;

Por um mundo em que meninos sejam educados a respeitar, a não mexer, a não tocar em meninas, se elas não quiserem;

Pelo fim da violência contra a mulher.

LUGAR DA MULHER É ONDE ELA QUISER.

 

Ah, a publicidade

Padrão

Esses publicitários começaram a usar óculos apenas aos 50? Porque só isso explica essa campanha com a Débora Bloch de título “sua visão como aos 20 anos”. Gente, minha visão aos 20 anos JÁ ERA terrível hahaha 😛

Aliás, já que é pra falar de campanha publicitária, gostaria só de citar que realmente curtia muito a ideia da Dove pela real beleza (e podem assistir essa campanha, que é maravilhosa!) até ela voltar a expor seus produtos de uma maneira meio bizarra e impositiva. Explico. A campanha da TV faz uma pergunta do tipo “o que você faz para mostrar suas axilas?”. Para eles, não basta apenas erguer os braços (dããã), mas existe todo um processo de depilação e clareamento necessários para que uma mulher possa mostrar suas axilas. Só assim elas podem usar um vestido sem manga e, uau, erguer os braços. Eu nem vou entrar na questão de que apenas as mulheres passam por esse tipo de constrangimento (em que até nossas axilas estão sendo vigiadas) porque isso já foi muito discutido, Meu ponto é que, para um grupo que começou tão bem, com a ideia da real beleza, colocando mulheres “normais” em suas propagandas, começar uma campanha com a frase “o que você faz para mostrar suas axilas” é, no mínimo, ridículo! Caraca, eu não preciso fazer nada para mostrar minhas axilas! Existem mulheres que optaram inclusive por nem depilar as suas! E ai? São menos mulheres, femininas, por isso? Quem estipulou que pra ser feminina ou mulher tem que ter as axilas depiladas, claras e com cheirinho de desodorante de lavanda? Bom, para a Dove, que começou com a ideia da Real Beleza, fazer uma campanha como essa soa quase como uma traição…

A última da Dove que eu vi foi sobre as pontas duplas (eu nem sei o que é isso e qual é o fucking problema delas, mas enfim) e o terror que ela causa nas mulheres. Juro, quase não durmo a noite com a angustia dessas mulheres. Cuidado, contém cenas fortes.

O post era só pra falar do problema da visão aos 20 anos, mas eu acabei me prolongado porque já queria tratar sobre esses dois comerciais em algum lugar. Não gosto deles. Impõem um padrão de beleza que a Dove já tentava se desvincular há algum tempo. É claro que ela não é a única a fazer isso. São dezenas de propagandas ridículas como essas por ai, dizendo o que nós mulheres devemos fazer para ficarmos mais bonitas. Se você tem mais de 20 anos, já reparou o tanto de coisa que foi inventada nesses últimos anos que na nossa adolescência sequer existia? Sabonete íntimo, absorventes de uso diário (para evitar seu cheiro NATURAL!), desodorantes que clareiam a pele, lasers para depilação, e nem vou comentar o grande aumento das cirurgias plásticas entre adolescentes  – o que expõem dois problemas: a busca por um padrão de beleza e uma insatisfação com o corpo já na adolescência e pais que atendem esse pedido descabido de cirurgia plástica numa idade em que o corpo não está sequer formado (e ai também entra o MÉDICO que aceita fazer esse tipo de intervenção). Esses produtos são vendidos como necessários, como fundamentais. É a publicidade INVENTANDO nossas necessidades! Há pouco tempo li um texto sobre isso, mas leio tanta coisa na internet que não lembro onde foi.

Só de lembrar que não posso mais chamar minha irmã de 5 anos de gordinha porque uma coleguinha da escola a chama de “gorda” e ela não gosta de que falem isso pra ela, meu estômago embrulha e sei que certamente tem alguma coisa errada nessa vida.

Esse texto eu li hoje e me inspirou a escreve sobre o assunto.

 

UPDATE: Lembrei qual texto me fez pensar tudo isso.